DE QUE MODO O LINFOMA NÃO-HODGKIN AFECTA O TRABALHO?

O doente com linfoma não-Hodgkin indolente, se apresentar poucos sintomas durante períodos relativamente longos, poderá continuar a trabalhar depois de a doença ser diagnosticada. Quando estamos perante um doente com linfoma não-Hodgkin agressivo, que provoca sintomas desde o início e requer tratamento imediato, pode ser necessário deixar de trabalhar durante algum tempo.

No entanto, muitos doentes, sobretudo os mais jovens, conseguem continuar a trabalhar normalmente durante o tratamento, entre os ciclos de tratamento. Outros necessitam de fazer uma pausa devido ao tratamento ou aos seus efeitos secundários. Porém, é possível e por vezes útil continuar a trabalhar por dar um sentido de normalidade à vida e incentivar as pessoas a adoptarem uma atitude positiva relativamente à sua doença.

 

 

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso.

As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.

 

Termos Legais | Política de Privacidade | Glossário

© Todos os direitos reservados Roche Farmacêutica Química Lda