OUTROS TIPOS DE LINFOMA NÃO-HODGKIN

O linfoma não-Hodgkin MALT afecta determinados órgãos, sobretudo as glândulas salivares, a tiróide, os pulmões e o estômago. O linfoma não-Hodgkin MALT do estômago está associado a infecção pela bactéria Helicobacter pylori.

Os antibióticos que matam a bactéria podem curar a doença na fase inicial do linfoma de MALT, embora algumas pessoas possam também necessitar de quimioterapia. O linfoma não-Hodgkin tipo MALT do estômago que não é curado desta forma e o LNH MALT noutros órgãos, é tratado da mesma forma que o linfoma não-Hodgkin indolente.

O linfoma de pequenos linfócitos, muito semelhante à leucemia linfocítica crónica, é uma forma indolente do linfoma não-Hodgkin e caracteriza-se pela produção excessiva de células B anómalas, que tendem a viver muito mais tempo do que o normal. Embora a doença seja sensível à quimioterapia, em regra o doente passa por ciclos de remissão seguidos de recidiva/recaída.

O quadro seguinte apresenta os tratamentos habituais para o linfoma não-Hodgkin indolente por estadio da doença com resultados típicos

Estadio

Tratamento

Resultado

Inicial (Estadios I e II)

Radioterapia aos gânglios linfáticos ou órgãos afectados. Ocasionalmente quimioterapia

Cura é possível na maioria dos casos

Avançado (Estadios III e IV) sem sintomas

Quimioterapia e/ou anticorpos monoclonais. Ocasionalmente radioterapia

Remissão completa ou parcial na maioria dos doentes; recidiva/recaída na maioria dos casos

Avançado (Estadios III e IV) com sintomas

Quimioterapia e/ou anticorpos monoclonais; radioterapia pode também ser utilizada em certos casos

 

 

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso.

As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.

 

Termos Legais | Política de Privacidade | Glossário

© Todos os direitos reservados Roche Farmacêutica Química Lda