VIVER COM O LINFOMA NÃO-HODGKIN

A grande maioria dos doentes com linfoma não-Hodgkin consegue viver de forma activa e plena durante períodos prolongados. Por exemplo, se a doença for de tipo indolente ou em caso de remissão após o tratamento.

No entanto, a doença pode exercer um impacto significativo na sua vida, sobretudo durante os períodos de tratamento, Pode ter que deixar de trabalhar (temporariamente) ou que fazer alterações na sua rotina diária.

Se tiver dúvidas sobre os benefícios a que tem direito ou quaisquer outras preocupações, consulte o médico ou o enfermeiro, que lhe indicarão onde pode obter mais informações.

O mais importante é lembrar-se de que não está só. Existem associações que o podem ajudar a lidar com quaisquer questões e ouvir a sua história.

Alguns links úteis

Alterações do estilo de vida
Viver com saúde
Procurar apoio

 

 

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso.

As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.

 

Termos Legais | Política de Privacidade | Glossário

© Todos os direitos reservados Roche Farmacêutica Química Lda