OPÇÕES TERAPÊUTICAS NO LINFOMA NÃO-HODGKIN

O tratamento que lhe será administrado para o linfoma não-Hodgkin é escolhido pelo seu médico e especificamente para o seu caso. A escolha do tratamento depende de diversos factores: se a doença é indolente ou agressiva, do estadio, tipo, do seu estado geral e idade.

Os doentes com linfoma não-Hodgkin indolente que ainda não apresentam sintomas podem não necessitar de tratamento imediato, mas apenas de vigilância, abordagem a que se dá o nome de “observar e esperar ”. Os doentes com doença mais avançada são tratados com quimioterapia e/ou terapêutica com anticorpos monoclonais.

O linfoma não-Hodgkin agressivo é tratado de imediato. Em regra, o tratamento é constituído por quimioterapia em combinação com terapêutica com anticorpos monoclonais, embora também se possa administrar radioterapia nos gânglios linfáticos aumentados. Deve perguntar ao seu médico que tipo de tratamento irá receber e quais os seus efeitos na doença. Peça que lhe quais os possíveis efeitos secundários de cada tratamento e a melhor forma de lidar com eles. Tome note dos nomes dos tratamentos para não os esquecer.

É importante que aprenda a reconhecer e a lidar com quaisquer sintomas que possa manifestar durante o tratamento, quer se devam à doença ou ao tratamento. Isto fará uma grande diferença na sua vida e ajudará a equipa médica a optimizar a medicação.

Não tenha medo do tratamento. O tratamento foi concebido para o ajudar a melhorar. É importante compreender o tratamento e ter consciência do que está a ser feito para ajudar o seu organismo a melhorar. 

Alguns links úteis

Tratamento no LNH recém-diagnosticado
Observar e esperar
Controlo dos sintomas

 

 

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso.

As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.

 

Termos Legais | Política de Privacidade | Glossário

© Todos os direitos reservados Roche Farmacêutica Química Lda