MIELOMA MÚLTIPLO: DETERMINAÇÃO DO ESTADIO

Se a biopsia revelar que o doente tem mieloma múltiplo, o médico necessita de saber a extensão (estadio de evolução) da doença para planear o melhor tratamento.

Determinar o estadio de evolução pode requerer a realização de mais alguns exames, como análises ao sangue (incluindo beta-2-microglobulina), TAC ou RM (ressonância magnética) dos ossos.

A extensão da doença é definida por 3 estadios diferentes – I, II ou III – que dependem do número de células de mieloma, dos níveis de proteínas monoclonais e de hemoglobina, da função renal e das lesões ósseas.

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso. As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico.