CANCRO DO OVÁRIO: APOIO AO DOENTE

O cancro do ovário e o seu tratamento podem originar outros problemas de saúde. Poderá receber cuidados de suporte para prevenir ou controlar estes problemas e melhorar o seu conforto e qualidade de vida.

A equipa médica poderá ajudá-la a lidar com os seguintes problemas:

  • Dor: o seu médico ou um especialista no controlo da dor, podem sugerir algumas formas para aliviar ou reduzir a dor.

  • Abdómen inchado (devido à acumulação anormal de líquido - ascite): o inchaço pode ser desconfortável, mas a equipa médica poderá retirar o líquido sempre que o seu volume aumente.

  • Obstrução intestinal: o cancro pode obstruir o intestino; este pode ser desobstruído através de cirurgia.

  • Pernas inchadas (devido ao linfedema): ter as pernas inchadas pode tornar muito desconfortável e difícil curvar-se. Poderá ser útil fazer exercício, massagens ou usar meias elásticas. Os fisioterapeutas com formação para controlar o linfedema podem também ajudar.

  • Falta de ar: o cancro avançado pode fazer com que se armazene líquido em redor dos pulmões, o que dificulta a respiração. A equipa médica pode retirar o líquido, sempre que este aumentar de volume.

  • Tristeza: é normal sentir-se triste depois de lhe ter sido diagnosticado um cancro do ovário. Algumas mulheres consideram de grande utilidade falar sobre os seus sentimentos.

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso. As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico.