CARTA DOS DIREITOS DO DOENTE INTERNADO

As pessoas que por uma situação de doença estão internadas, continuam a merecer o mesmo nível de consideração que tinham antes do internamento, ou seja, não devem passar a ser consideradas em função da sua doença, deficiência ou idade. 

Aqui poderá encontrar uma série de documentos que consagram os direitos dos doentes internados.

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso. As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico.