Tratamento não medicamentoso

Além das medidas que podem ser tomadas para diminuir a inflamação e a dor, e para facilitar as actividades do dia a dia (ver Qualidade de vida), devem ainda considerar-se os seguintes factores:

Dieta
Há indícios de que alguns tipos de alimentos possam agravar ou melhorar a AR. Os ácidos gordos ómega-3, por exemplo, encontrados em peixes de água fria, quando ingeridos em quantidade suficiente, podem ajudar a reduzir a inflamação.

Alimentos ricos em cálcio e proteínas também são altamente recomendados para os doentes com AR. Além do cálcio presente nos alimentos, é geralmente recomendado ainda um suplemento de cálcio e multivitaminas, especialmente a vitamina D.

Já a ingestão de álcool deve ser feita com moderação pelos doentes que tomem anti-inflamatórios, e poderá ser necessário abolir totalmente a sua ingestão, dependendo do tratamento realizado.

Exercícios
A prática de exercício físico moderado é muito recomendada por médicos e fisioterapeutas, não somente para fortalecer os músculos e ossos, e aumentar a flexibilidade, como também para ajudar manter um peso adequado, o coração e os pulmões saudáveis, e uma sensação de bem estar geral.

O médico, com o apoio do fisioterapeuta, poderá recomendar o programa mais adequado para cada pessoa. Além disso, o terapeuta ocupacional também poderá ajudar o doente, com conselhos sobre as tarefas do dia-a-dia.

Medicina física (Fisioterapia)
O médico Fisiatra avalia o doente com AR em termos funcionais e planeia uma série de tratamentos que são ministrados pelos Fisioterapeutas. Estes ensinam os doentes a fazer os exercícios de forma adequada, o que pode contribuir para melhorar a mobilidade das articulações, o fortalecimento dos músculos e uma melhor condição física dos doentes.

Eles podem também avaliar as necessidades especiais de cada pessoa, optimizando os efeitos dos exercícios. Durante uma consulta com o Fisiatra poderá também ser aconselhado quanto à forma como usar de modo eficaz o calor ou o frio para reduzir a dor e executar os movimentos mais facilmente.

Terapia ocupacional
O terapeuta ocupacional pode ensinar o doente com AR a proteger as articulações contra agressões, ensinando-o a movimentá-las da melhor maneira.

Ele pode sugerir como fazer as tarefas do dia-a-dia, no trabalho e em casa, sem sobrecarregar as articulações, aliviando assim o stress e evitando a intensificação do quadro inflamatório.

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso. As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.