Origem e causas

A causa exacta da AR é desconhecida. É considerada uma doença na qual participam múltiplos factores que devem convergir num indivíduo susceptível de desenvolver a doença. Por esse motivo, actualmente não existe um medicamento que cure esta doença. Os factores relacionados com o desenvolvimento da doença são os seguintes:

  • Factores genéticos (hereditariedade)
    Existe uma predisposição genética que participa no desenvolvimento e gravidade da doença. Esta variação nas características hereditárias explica a razão pela qual, em presença da mesma doença, as manifestações clínicas podem variar de uma pessoa para outra, apresentando gravidade diferente.
  • Factores ambientais
    Existem factores ambientais desencadeadores que, juntamente com os factores genéticos, determinam o desenvolvimento da doença. Esses factores incluem a localização geográfica/clima, nível de desenvolvimento, tabagismo, perfil hormonal e algumas infecções, principalmente por vírus. Isso não significa que esta doença seja consequência directa de uma infecção, mas sim que uma infecção pode alterar as células do sistema imunitário e desencadear autoimunidade.
  • Factores genéticos e tabagismo
    A AR, como qualquer outra doença, pode manifestar-se em diferentes etapas da vida, mas na maioria dos casos tem início entre os 30 e os 50 anos em ambos os sexos, embora seja mais comum nas mulheres. O consumo de tabaco é um potencial factor desencadeante.
Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso. As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.