Medinfo adaptou-se a novos tempos e crescentes pedidos de informação sobre Covid-19
Sexta edição das bolsas de cidadania com recorde de candidaturas

Sexta edição das Bolsas de Cidadania Roche com recorde de candidaturas

A Roche recebeu 45 candidaturas à 6ª edição das Bolsas de Cidadania, iniciativa que visa financiar projetos e ideias de associações de doentes e outras Organizações Não Governamentais (ONG).

Num valor total de 60 mil euros, as Bolsas procuram fomentar a participação dos cidadãos nos processos de decisão em saúde, a informação dos doentes sobre os seus direitos, assim como a sua participação nas decisões individuais de tratamento.

O processo de candidaturas terminou no domingo, dia 31 de maio, tendo sido apresentado um número de candidaturas nunca até agora alcançado nas anteriores edições.

A decisão da atribuição das Bolsas, feita por um júri independente, será anunciada em julho.

Nesta edição de 2020, são considerados preferenciais os projetos que:

Informem os doentes dos seus direitos de acesso à informação e ao envolvimento nas decisões individuais de cuidados de saúde;

Incrementem a participação dos cidadãos e dos doentes nos processos de decisão em saúde;

Contribuam para o incremento da qualidade de vida dos doentes e seus cuidadores em sociedade;

Promovam os ganhos em saúde dos cidadãos;

Aumentem a literacia em saúde da população.

A análise das candidaturas e a proposta de decisão de atribuição das Bolsas será feita por um júri independente, constituído por um mínimo de cinco elementos.

As bolsas a atribuir terão os seguintes valores:

20 mil euros (uma bolsa);

15 mil euros (uma bolsa);

10 mil euros (uma bolsa);

5 mil euros (três bolsas).

Esta ação enquadra-se na Política de Responsabilidade Social da empresa e resulta do seu compromisso em assumir um papel ativo na sociedade apoiando, de forma transparente, iniciativas inovadoras e orientadas para a missão de suporte ao doente.