TRANSPLANTE AUTÓLOGO

Embora seja mais comum realizar um transplante de células de sangue periférico em doentes cujas células são adequadas para transplante de medula óssea, a equipa médica pode recomendar o transplante autólogo de medula óssea.

Depois de ter sido colhida, a medula óssea é congelada (crioconservação) até que a medula óssea remanescente do doente tenha sido destruída e esteja pronta para receber o transplante.

Uma vez que a medula óssea provém do próprio doente, a probabilidade de reacção entre o sistema imunitário e as células transplantadas diminui drasticamente. Seja como for, como o risco de infecção durante a recuperação da medula óssea é elevado, é importante que o doente fale com a equipa médica sobre a redução da probabilidade de infecção.

 

 

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso.

As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.

 

Termos Legais | Política de Privacidade | Glossário

© Todos os direitos reservados Roche Farmacêutica Química Lda