A INCIDÊNCIA DO LINFOMA NÃO-HODGKIN?

A incidência desta patologia define-se pelo número de novos casos anuais por determinado número de pessoas.  É uma forma de medir a frequência desta doença. A incidência do linfoma não-Hodgkin está a aumentar substancialmente, embora se desconheçam as razões deste aumento.  Se o número de casos continuar a aumentar à taxa actual, o linfoma não-Hodgkin atingirá até 2025 uma incidência semelhante à do cancro da mama, do cólon, do pulmão e da pele.

A incidência de linfoma não-Hodgkin aumenta com a idade, sendo que a maioria das pessoas são diagnosticadas durante ou após a meia idade. A idade média no diagnóstico é de cerca de 65 anos.  Porém, pode manifestar-se em jovens e até em crianças. 

A incidência (número de novos casos por ano) do linfoma não-Hodgkin aumenta com a idade

 

 

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso.

As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.

 

Termos Legais | Política de Privacidade | Glossário

© Todos os direitos reservados Roche Farmacêutica Química Lda