LINFOMA NÃO-HOGKIN: EM TRATAMENTO

Independentemente de se tratar do seu primeiro tratamento para o linfoma não-Hodgkin ou de já ter sido tratado anteriormente, este período pode ser difícil, com muita informação para assimilar ao mesmo tempo. 

Terá recebido muitas informações sobre as diversas opções terapêuticas e quais as mais adequadas no seu caso.  No entanto, pode não se conseguir lembrar de tudo e estar preocupado com os possíveis efeitos secundários.

A maioria dos doentes tem que deixar de trabalhar durante o tratamento, pelo menos até se sentir melhor, o que pode originar algumas preocupações e dúvidas as quais podem não ter resposta.

O mais importante é lembrar-se de que não está só.  Existem associações que o podem ajudar a lidar com quaisquer questões e ouvir a sua história.

Leia estas páginas para saber mais sobre os tratamentos que irá receber, alguns conselhos práticos sobre as consultas e como lidar com o tratamento no seu dia a dia.

No final de cada página, existem links para outras páginas deste site com mais informações sobre os temas debatidos.

 

 

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso.

As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.

 

Termos Legais | Política de Privacidade | Glossário

© Todos os direitos reservados Roche Farmacêutica Química Lda