Leucemia: informação sobre Leucemia no infoCancro

A LEUCEMIA

A leucemia é um tipo de cancro que tem início nas células do sangue.

Iremos abordar causas possíveis, sintomas, diagnóstico, tratamento e cuidados de acompanhamento. Através desta informação sobre a leucemia pretendemos, também, ajudar as pessoas com leucemia e suas famílias, a lidar com a doença.

O conhecimento acerca da leucemia tem vindo a aumentar, devido à investigação; continuam a ser estudadas as suas causas e a ser investigados novos processos de tratamento para esta doença. Graças à investigação contínua, adultos e crianças com leucemia podem esperar uma melhor qualidade de vida, e menor probabilidade de morrer desta doença.

O QUE É A LEUCEMIA?

Normalmente, as células crescem e dividem-se para formar novas células, conforme o organismo delas necessita. Quando as células envelhecem, morrem e novas células tomam o seu lugar. Por vezes, este processo ordeiro corre mal. Formam-se novas células quando o organismo não precisa delas, e as células velhas não morrem, quando deviam.

A leucemia é um cancro que tem início nas células do sangue.

CÉLULAS DO SANGUE NORMAIS

As células do sangue formam-se na medula óssea. A medula óssea é a substância mole que existe no interior dos ossos.

As células do sangue, quando imaturas, chamam-se células estaminais. A maioria das células sanguíneas, amadurecem (maturam) na medula óssea e seguem, depois, para os vasos sanguíneos. O sangue que corre através dos vasos sanguíneos e do coração, chama-se sangue periférico.

A medula óssea produz diferentes tipos de células sanguíneas. Cada tipo tem uma função especial:

  • As células sanguíneas brancas (glóbulos brancos) ajudam a combater as infecções.
  • As células sanguíneas vermelhas (glóbulos vermelhos) transportam oxigénio para os tecidos, através de todo o organismo.
  • As plaquetas ajudam à formação dos coágulos sanguíneos, que controlam as hemorragias.

CÉLULAS DE LEUCEMIA

Nas pessoas com leucemia, a medula óssea produz glóbulos brancos anómalos; estas células anómalas são células de leucemia. No início, as células de leucemia funcionam quase normalmente. Com o tempo, ultrapassam, em número, os glóbulos brancos, os glóbulos vermelhos e as plaquetas. Torna-se, assim, difícil o sangue conseguir realizar a sua função.

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso. As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.