O CANCRO DA BEXIGA

Nos Estados Unidos, são diagnosticados anualmente 38.000 casos de cancro da bexiga em homens e 15.000 em mulheres. Este é o quarto tipo de cancro mais frequente nos homens e o oitavo nas mulheres.

Aqui serão abordadas as possíveis causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e reabilitação, e ainda informação destinada a ajudar os doentes a enfrentar e a viver com o cancro da bexiga.

A investigação desenvolvida tem vindo a aumentar o conhecimento sobre o cancro da bexiga. As suas causas e novas formas de prevenção, detecção, diagnóstico e tratamento são cada vez mais conhecidas. Graças à investigação, as pessoas que sofrem de cancro da bexiga têm hoje uma melhor qualidade de vida e a probabilidade de virem a falecer vítimas da doença é cada vez menor.

A BEXIGA

A bexiga é um órgão oco situado na zona inferior do abdómen; armazena a urina, o resíduo líquido produzido e eliminado pelos rins. A urina passa de cada um dos rins para a bexiga através de um canal, designado por ureter.

O revestimento interno da bexiga é rodeado por uma camada externa de músculo. Quando a bexiga está cheia, os músculos da sua parede contraem-se, permitindo a micção. A urina sai da bexiga através de outro canal, a uretra.

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso. As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico.