Cancro da Mama HER2+: Porquê testar a sobre-expressão do HER2?

Porquê testar a sobre-expressão do HER2?

Aproximadamente 20-30% das mulheres com cancro da mama apresentam sobre-expressam da proteína HER2.

Os tumores das mulheres com sobre-expressão do HER2 tendem a ser mais agressivos e a progredir mais rapidamente, quando comparados com os tumores que não sobre-expressam o HER2.

Existem testes específicos para identificar as doentes HER2-positivas.

Se lhe foi diagnosticado um cancro da mama, deverá conhecer o seu status relativamente ao HER2, tendo em conta que:

  • O cancro da mama HER2-positivo tem maior probabilidade de voltar a surgir, depois do tratamento;
  • Os tumores HER2-positivos parecem responder pior a alguns fármacos antineoplásicos que constituem a terapêutica convencional contra o cancro da mama;
  • Há tratamentos inovadores, que se dirigem especificamente aos receptores do HER2, para tratar as doentes HER2-positivas.

Quando efectuada e interpretada correctamente, a determinação do HER2 pode ajudar a tomar decisões sobre o tratamento, com base nos riscos conhecidos associados ao HER2 e aos seus efeitos, no resultado do tratamento.

Um teste positivo quanto à sobre-expressão do HER2 não significa que o seu cancro seja indiscutivelmente mais agressivo. A agressividade depende do tipo de cancro e das características individuais da pessoa. No entanto, está reconhecido o papel do HER2 como um importante factor de risco no cancro da mama.

O que é o HER2?

O aumento ou sobre-expressão do receptor HER2 corresponde a um sub-tipo específico de cancro da mama, denominado cancro da mama HER2 positivo (HER2+); este aumento é detectado, nos tecidos, por uma técnica laboratorial.
Saiba mais

Este site e o seu conteúdo têm um fim exclusivamente informativo e não substituem o aconselhamento médico. Os tratamentos de cada pessoa devem ser individualizados e conduzidos por profissionais de saúde, sendo o médico que acompanha o doente quem poderá indicar qual o tratamento adequado a cada caso. As instruções do médico e dos restantes profissionais de saúde que o acompanham devem ser rigorosamente seguidas, pelo que sugerimos que contacte sempre o seu médico ou farmacêutico.

© Todos os direitos reservados Roche Farmacêutica Química, Lda - Termos Legais - Política de Privacidade