Tratamento Actual

Inibidores da Protease (PI) - sida , hiv

Acção dos Inibidores da Protease

Para o vírus se tornar infeccioso é essencial que as novas proteínas víricas sejam cortadas e estruturadas correctamente. Os inibidores da protease bloqueiam o local onde o corte deve ocorrer, impedindo os novos vírus de amadurecer e de infectar outras células.

A protease é essencial para a produção de partículas víricas infecciosas e maduras. Cortando as novas multi-proteínas víricas em proteínas internas estruturais (centrais) individuais, a acção da protease é um passo fundamental na estruturação destas proteínas, o que ocorre para o vírus se tornar infeccioso.

Os inibidores da protease ligam-se às proteases impedindo a sua função. A partir do momento em que assumem a sua posição, os inibidores da protease não abandonam o local, tornando a protease inactiva.

Se a protease estiver impossibilitada de exercer a sua função normal, os vírus imaturos não serão estruturados correctamente. O ARN vírico não ficará devidamente estabilizado, o centro do vírus não estará preparado para os procedimentos de entrada e os viriões não se tornarão infecciosos.

Medicamentos

Segundo o nº3 do Artigo 2º do Decreto Lei 100/94 de 12 de Abril, a Roche não está autorizada a divulgar junto do público o nome de medicamentos sujeitos a receita médica, bem como qualquer informação relacionada com estes.

Assim sendo, esta informação encontra-se disponível apenas para profissionais de Saúde registados na Rochenet.

nº3 do Artigo 2º do Decreto Lei 100/94 de 12 de Abril:"Os medicamentos cuja dispensa depende obrigatóriamente de receita médica só podem ser anunciados ou publicitados em publicações técnicas ou suportes de informação destinados exclusivamente a médicos e outros profissionais de saúde."